Categorias

Krav Magá na terceira idade melhora reflexos, flexibilidade e equilíbrio

Da Redação
19 de Abril de 2021


Crédito: Ravi Patel on Unsplash

Segundo a OMS, Organização Mundial da Saúde, em 2050 a população com mais de 60 anos representará um quinto da população mundial – sendo uma média de 2 bilhões de pessoas. Dados como esse, acendem um alerta sobre a importância do envelhecimento saudável, pois nunca é tarde para começar uma rotina de atividades físicas para reduzir os danos causados pelo tempo.

Leia mais:
10 atividades para fazer com idosos durante o isolamento
Horta em casa: 5 dicas básicas para começar a sua

Exercícios de defesa pessoal, por exemplo, são uma alternativa para idosos que querem ter uma vida mais ativa e saudável. Segundo Avigdor Zalmon, presidente da Federação Internacional de Krav Magá , não existe limite de idade para a prática do Krav Magá, que é uma técnica de defesa pessoal israelense que se baseia nos movimentos naturais do corpo. Ela usa golpes curtos e rápidos, sem exigir força física.

Além de melhorar o condicionamento físico, a prática impacta na saúde mental e promove mais autoestima e autoconfiança. “Quem pratica o Krav Magá ainda aprende a conhecer melhor o próprio corpo e suas limitações, auxiliando no desenvolvimento de equilíbrio, flexibilidade, coordenação motora, autocontrole”, afirma Zalmon.

As atividades de defesa pessoal atuam também na preservação da força muscular, que naturalmente é perdida com o passar dos anos. “Durante o treinamento, o aluno sente uma evolução na facilidade de movimentar braços, pernas e tronco. Esse resultado atua até mesmo como uma prevenção no risco de quedas”, complementa.

Vale ressaltar que, independente da atividade física escolhida pelo idoso, é indispensável a orientação e acompanhamento de um profissional.

© 2021 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir