Categorias

Horta em casa: 5 dicas básicas para começar a sua

Marcella Blass
29 de Março de 2021


Crédito: Markus Spiske on Unsplash
false

Ter a própria horta em casa não é sinônimo apenas de comidas frescas, mas principalmente mais saudável – pois envolve alimentos cheios de nutrientes e livre de agrotóxicos. As plantações caseiras, por menores que sejam, ainda podem oferecer momentos prazerosos e relaxantes em meio à rotina agitada, além de funcionarem como uma decoração bonita, leve e natural para qualquer lar.

Leia mais: 
Rio de Janeiro tem a maior horta comunitária da América Latina
Vida sustentável: 30 perfis no Instagram para se inspirar

Contudo, é preciso ter em mente que manter uma horta domestica demanda tempo e dedicação. Isso porque cada espécie tem características particulares de cultivo e cuidados que precisam ser entendidos para ter boa colheitas. Para te ajudar nessa jornada, o Busca Voluntária separou cinco dicas para criar e manter uma horta dentro de casa:

O local ideal

É importante destacar que falta de espaço ou uma área verde não é motivo para não ter a sua própria horta em casa. O ideal é escolher os locais da casa que mais batam sol, com pelo menos 4 horas de exposição direta diária. Nesse sentido, você pode posicionar os vasos em sacadas, varandas, paredes ou mesmo nas janelas.

O acessório mais adequado

Mais do que o tradicional vaso, há uma série de outras maneiras de montar sua horta em casa. Há as famosas jardineiras (mais compridas), os canteirinhos, as hortas verticais (com suporte de parede) e até mesmo caixotes e potes de vidro, que são opções legais e sustentáveis. A escolha vai depender do espaço disponível em casa e da insciência de sol no local.

Entenda cada muda 

Apesar de ter uma regra geral sobre como cultivar frutas, verduras, legumes, hortaliças e temperos, não se pode esquecer que cada semente tem características e necessidades próprias. As espécies precisam de diferentes tamanhos de vazo, distância entre si, quantidade de sol, água e vento, além do momento e a maneira corretos de fazer a colheita. Por isso, é importante pesquisar muito sobre o perfil e as exigências de tudo o que você deseja ter na sua horta.

Uso do regador

A irrigação é uma das partes mais importantes no cultivo das hortas domésticas. Por isso, não pode ser feita de qualquer maneira. Certamente, a falta de água vai impactar negativamente o desenvolvimento das mudas, mas o excesso de umidade também é bastante prejudicial, já que pode mofar a terra e apodrecer as raízes. Para saber se é a hora de regar as plantas, um dos macetes mais populares é manter um palito (de dente ou churrasco) enfiado no solo. Se, ao retirar o palito, ele estiver úmido ou sujo, a terra ainda está úmida. Do contrário, é hora de molhar as plantas.

Comece aos poucos

Para quem está dando os primeiros passos nesse universo, é importante começar devagar e optar pelo plantio de espécies mais versáteis e resistentes. As principais opções nesse sentido são os temperinhos, como alecrim, manjericão, cebolinha e capim-limão. Alguns deles podem durar anos sem exigir muito conhecimento ou experiência.

© 2021 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir