Categorias

4 dicas para mudar o comportamento canino – para melhor, claro

Da Redação
10 de Maio de 2021


Crédito: Imagem de StockSnap por Pixabay
Pets: 4 maneiras de mudar o comportamento canino – para melhor, claro

Quem já teve ou tem um cachorro sabe o quanto é difícil educar um pet ou melhorar o comportamento canino. Ainda mais quando são filhotes.

Não importa a raça ou o tamanho, eles estão sempre dispostos a pular e brincar. Parece que a energia , quando o assunto é comportamento canino, não tem fim. É comum, na ausência do dono, o cão fazer bagunça, morder os móveis, sumir com chinelos e sapatos.

LEIA MAIS: JOVEM IMPEDIDA DE ESTUDAR NA USP GANHA CURSO INTERNACIONAL
GIRL FROM RIO: ANITTA USA DINHEIRO DO CLIPE PARA FAZER DOAÇÕES

A melhor forma de lidar com um cão bagunceiro ou indisciplinado é estabelecer limites e ensinar a ele o que é certo e errado. Não adianta apenas dar bronca e deixá-lo de castigo.

Quer fazer trabalho voluntário? Clique aqui e encontre um com a sua cara

Especialistas em comportamento canino afirmam que os cães não sabem associar a bronca com o fato de terem mordido o pé do sofá, por exemplo.

Vários estudos mostram que a melhor maneira de educar o cão é oferecendo recompensas positivas – quando ele se comporta bem. Se você não tem ideia de como começar, há o caminho das pedras. Existem algumas atitudes e sugestões que podem ser aplicadas na rotina de cachorros de qualquer idade.

Precisa de voluntários para sua ONG? Clique aqui, cadastre sua entidade e publique sua vaga

O Busca Voluntária e a Associação de Proteção Animal Patas Para Você selecionaram quatro dicas para educar e mudar o comportamento canino do seu pet – para melhor, é claro.

Mantenha uma rotina

Crie uma rotina com seu amigo de estimação. Faça as mesmas atividades diariamente nos mesmos horários.

Certamente ele vai se acostumar que às 7h é o horário da primeira refeição, além de se adaptar às saídas e chegadas dos moradores da casa.

É importante também manter uma rotina de passeios com foco na saúde física e emocional do pet. O exercício vai evitar energia acumulada e refletir em um melhor comportamento dentro de casa.

Evite broncas e punições

Da mesma forma que antigamente era comum os pais baterem nos filhos ou colocá-los de castigo, e essa atitude se tornou ultrapassada, o mesmo vale para a educação dos cães. De nada adianta amedrontar o cachorro, com brigas e punições.

O efeito pode até se revelar ao contrário, deixando-o traumatizado. Vale manter o tom de voz firme, mas sem agressividade, buscando alertar o animal de forma sutil, sem que a confiança e a amizade de cão e dono seja abalada.

Crie recompensas positivas

Quando o assunto é educar cães, boa parte dos especialistas em comportamento canino indicam as chamadas técnicas de reforço positivo. Na prática, significa recompensar seu pet pelo bom comportamento.

O método serve tanto para ensiná-lo a fazer as necessidades no local adequado ou treinar truques. Os prêmios podem ser petiscos, brinquedos, ou até mesmo elogios e carinhos. Certamente ele vai entender.

Se o caso for difícil, procure ajuda profissional

Do veterinário ao adestrador, vale a pena procurar ajuda profissional, quando o cão não demonstra aprender facilmente e insiste em repetir o mau comportamento. De dicas de psicologia a tratamentos alternativos com Florais de Bach, por exemplo, existem diversos caminhos para cuidar do emocional do seu amigo.

No caso do adestramento, vale buscar boas referências e investir no adestramento positivo. Esse serviço especializado, em alguns casos, é a melhor saída para corrigir atitudes e mudar a mente do seu amigo para melhor.

 

© 2021 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir