Estudiosos usam drones e IA para preservar coalas na Austrália

Beatriz Ceschim
8 de Abril de 2020


Crédito: David Clode on Unsplash

A preservação de espécies é uma questão ambiental muito importante. Na Austrália, houve um declínio de 80% das populações de coalas, por causa de problemas como o desenvolvimento humano, as secas e os incêndios. Para auxiliar na proteção desses animais, o Dr. Grant Hamilton, professor da Universidade de Tecnologia de Queensland, e sua equipe desenvolveram uma metodologia para detectar e contar coalas, por meio do uso de drones e inteligência artificial.

Leia mais: Rastreamento e tecnologia ajudam a reflorestar Mata Atlântica
Coronavírus: saiba como doar e ajudar pessoas sem sair de casa

Os estudiosos utilizarão os drones para saber quantos coalas existem na região e onde eles se encontram. Como esses animais vivem em árvores, a tecnologia irá auxiliar os pesquisadores a detectar os animais, utilizando um ponto de vista aéreo e câmeras infravermelhas para detectar assinaturas de calor. Depois que os dados forem compilados, o Dr. Hamilton e sua equipe os analisam para determinar tendências importantes e, em seguida, criar planos de ajuda para cuidar da espécie.

Hoje, graças às novas tecnologias, 50 hectares podem ser cobertos de forma autônoma em apenas algumas horas. Os pesquisadores podem mapear a rota que o drone seguirá e monitorá-lo ao vivo. Confira um vídeo do projeto.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir