Professora aprende mais de 30 idiomas para ensinar alunos imigrantes

Marcella Blass
16 de Julho de 2018


Crédito: Reprodução

Em meio às medidas restritivas a imigrantes em vários países da Europa, uma professora de Londres tem remado contra essa maré. A educadora Andria Zafirakou abraçou o desafio de sua profissão e trabalhou para que crianças e adolescentes imigrantes se sentissem pertencentes. Para isso, ela aprendeu 35 línguas, entre português, árabe, romeno e hindu, para se comunicar com todos os seus alunos, mesmo aqueles que ainda não falam tão bem o inglês.

Leia mais: 
INVESTIDOR MISTERIOSO COMPRA US$ 1 MILHÃO EM BRINQUEDOS PARA DOAR
UNIVERSITÁRIOS FAZEM VAQUINHA PARA AJUDAR FAXINEIRO A VISITAR SUA FAMÍLIA

A ação ainda chamou a atenção de vários outros educadores e levou a professora a ganhar o Varkey Foundation Global Teacher Prize. O prêmio, considerado o Nobel da educação, deu à educadora 715 mil libras (cerca de R$ 3 milhões) para continuar seus trabalhos — atualmente feitos na Escola Comunitária de Alperton, em Brent.

Brent está localizada em uma das regiões mais pobres e violentas da Inglaterra. De acordo com o site Hypeness, a cidade abriga a maior proporção de negros, asiáticos e outras minorias no país. Atualmente, 140 línguas são faladas na região.

Andria foi a primeira britânica a ganhar o título de melhor professora do mundo. Saiba mais sobre o trabalho da educadora no vídeo abaixo (em inglês):

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir