MASP recebe evento gratuito com palestras e shows de mulheres inspiradoras

Beatriz Ceschim
10 de Outubro de 2019


Crédito: Clarke Sanders on Unsplash

O Museu de Arte de São Paulo (MASP) será palco do primeiro Festival Plano de Meninas, no dia 11 de outubro, a partir das 15h30. O evento gratuito vai apresentar uma pesquisa inédita sobre a visão de futuro das meninas brasileiras, além de um mini-circuito composto por palestras de meninas e mulheres inspiradoras, shows e muito bate-papo.

Durante a atividade, também será o lançamento do mini documentário “ME DÁ UMA LICENÇA”, cocriado pelas meninas que participam do projeto. A programação trará histórias de garotas da periferia que estão conquistando seus objetivos, por meio do Instituto Plano de Menina.

Leia mais: 
32 filmes com mulheres fortes e corajosas
26 mulheres inspiradoras para seguir no Instagram

Entre as presenças confirmadas no festival estão a cantora Karol Conká com uma apresentação especial, a Miss Brasil 2019, Julia Horta conversará sobre a autoestima para além da estética e a Alexandra Gurgel, do canal Alexandrismo, irá dialogar sobre LGBTQI+ e gordofobia.

Além disso, a Jules Faria, da ONG Think Olga, falará do seu mini documentário sobre assédio sexual. Outra convidada é a rapper Yzalu que discutirá a respeito de sua ferramenta política de inclusão, já que é uma pessoa com deficiência (PCD). A Adriana Carvalho da ONU Mulheres também estará presente, como a jornalista Joyce Ribeiro, que será uma das mestres de cerimônias do evento.

O Instituto

O Instituto Plano de Menina foi criado pela jornalista Viviane Duarte, em 2016, e já impactou a vida de mais de duas mil meninas em São Paulo. Atualmente, está presente em dez estados do país com uma metodologia que promove a autoestima, confiança e protagonismo de meninas brasileiras. Além disso, acaba de firmar parceria com a Secretaria da Educação para inserir o projeto nas escolas de ensino fundamental de São Paulo.

A instituição tem módulos de oficinas sobre educação financeira, empreendedorismo, liderança, programação, direito, cidadania, inteligência emocional e outros temas. Após passar pela jornada de oito meses de cursos profissionalizantes, a menina se forma pelo projeto e é encaminhada às vagas de emprego de jovem aprendiz por meio de parcerias do instituto com grandes empresas como Unilever, Amaro, Pepsico, Bayer, Omie, entre outras.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir