Empresa brasileira cria máquina que pode reflorestar o Brasil

Beatriz Ceschim
26 de Novembro de 2019


Crédito: Divulgação

A empresa brasileira Mahogany Roraima, produtora de mogno africano, criou uma máquina para plantar mudas automaticamente. O utensílio foi criado para acelerar o reflorestamento de áreas devastadas, como a Amazônia. O equipamento é capaz de semear espécies diversas numa velocidade de 13 km/h – ou 20 hectares a cada 3 horas e meia.

Leia mais: 
Amazônia: conheça e ajude ONGs que protegem a floresta
Dia da Amazônia: confira fotos de lindas florestas pelo mundo

Segundo ele, graças à máquina, será possível plantar 16 mil árvores em apenas três horas e meia, com três operadores. Com 100 máquinas, então, em apenas 14 anos seria possível plantar 1 trilhão de árvores. Essa quantidade seria suficiente para conter o problema de emissão de gases que causam o efeito estufa no planeta.

“Atualmente, as maiores plantações de floresta do mundo somam uma média de plantio de 42 milhões de árvores por ano. Neste ritmo, demoraria 23 mil anos para atingir o número de plantios necessários”, explica Marcello Guimarães, presidente do Conselho Administrativo da empresa.

De acordo com o empresário, a única dificuldade de um plantio em massa – a produção de mudas em larga escala – é o caso de extração de plantas de espécies nativas. Mas , a empresa encontrou uma solução para esse problema. Por meio da instalação de viveiros em diversos estados ao mesmo tempo, seria possível mesclar a produção em 50% de espécies nativas e 50% de exóticas.

Dessa forma, “as nativas permaneceriam no local formando as novas florestas, e as exóticas, anos após o plantio, poderiam ser cortadas para a indústria madeireira. Resolveríamos, assim, dois problemas: o ambiental, que requer urgência em plantar florestas, e o de extração ilegal de madeira”, conclui.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir