Dois pacientes com HIV são curados por transplante de células-tronco

Beatriz Ceschim
20 de Março de 2019


Crédito: Photo on Visualhunt.com

Freddie Mercury, Cazuza, Anthony Perkins e Renato Russo são alguns dos famosos que morreram vítimas de complicações causadas pelo HIV. O vírus ficou conhecido em 1981 e é o causador da AIDS.

Leia mais:Evento online e gratuito debate tendências tecnológicas; veja como participar
TOP 5 músicas que ajudaram o mundo

O HIV ainda não tem cura. Mas pesquisadores apostam na terapia com células-tronco para inibir o vírus dos pacientes. O tratamento já funcionou uma vez desde o surgimento do vírus, com Timothy Ray Brown. Conhecido como “o paciente de Berlim”, ele apresentava traços da doença em 2008. Após passar por um transplante de células-tronco, o vírus não se recuperou. O paciente segue curado há 11 anos.

Na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas em Washington, realizada em março deste ano, houve uma apresentação de uma pesquisa sobre a possível cura do HIV. Para isso, a terapia com as células-tronco foi utilizada.

Dois pacientes na Europa foram sujeitos a um transplante de células-tronco devido a uma doença sanguínea. Após meses sem medicação, só com a dose de células-tronco e quimioterapia, os especialistas perceberam que não houve recuperação do HIV.

Os tratamentos ocorreram na Inglaterra e na Alemanha. Respectivamente, Ravi Gupta, da University College London e Björn Jensen, da Universidade de Düsseldorf, perceberam que dois de seus pacientes tiveram melhoras ao recorrerem a células-tronco.

As pesquisas são financiadas pelo IciSistem, que é o maior investidor em estudos da cura do HIV pela terapia com células-tronco. Por mais que essas recentes descobertas alegrem o trabalho dos pesquisadores, eles ainda não consideram isso uma “cura”, explica Mário Pagnozzi Júnior, da Clínica de Medicina Nuclear.

“É um grande passo em frente”, diz François Venter, do Instituto de Saúde Reprodutiva e HIV da Universidade de Witwatersrand (África do Sul). “Isso aumenta nossa compreensão da complexa imunologia do HIV e deve nos aproximar de uma cura. ”

A pessoa ter o vírus do HIV não é a mesma coisa que ter a doença. Muitas pessoas são soropositivas e não manifestam os sintomas da AIDS durante toda a vida. Mesmo assim é preciso ter cuidado, tomar os remédios disponíveis e fazer os exames.

Veja 30 lugares abandonados que são assustadoramente bonitos

  • @abandoned_addiction
  • @abandonment_beauty
  • @abandonment_beauty
  • @abandonment_beauty
  • @abandonment_beauty
  • @bannedfromheaven5
  • @cyk_pyk_foto
  • @dani_hm_bcn
  • @dnf.n
  • @fohsamp
  • @glory.of.disrepair
  • @helenabandoned
  • @helenabandoned
  • @jnphotography__
  • @ksenia_hound
  • @ksenia_hound
  • @kyrenian
  • @lea_laurent
  • @lesvieillespierres
  • @lesvieillespierres
  • @lost_scotland
  • @nicolasphot
  • @scoobuhhsteve
  • @tommy_g_ster
  • @tommy_g_ster
  • @u.frst
  • @urbanghost_gf
  • @urbex_watch
  • @intrattabile
  • @abandecay_urbex

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir