Documentário mostra como a “mulher mais feia do mundo” superou o bullying

sergio
22 de Abril de 2015


Crédito:

A norte-americana Lizzie Velasquez descobriu aos 17 anos que era conhecida como a “mulher mais feia do mundo”. Ela estava procurando clipes no YouTube quando se deparou com um vídeo de oito segundos rotulando-a como tal. Além das mais de quatro milhões de visualizações, a garota se deparou com comentários maldosos, como “Por que os pais ficaram com ela?!” e “Matem isso com fogo”.

Nascida com duas condições raras – síndrome de Marfan e lipodistrofia – ela é incapaz de ganhar peso, não importa o quanto coma. Vivendo com o bullying desde pequena, Lizzie achou que estava na hora de tentar mudar a visão das pessoas. Ela lançou seu próprio canal no YouTube para mostrar quem realmente era a “mulher mais feia do mundo” e ensinar outras vítimas que elas também poderiam ter mais confiança.

Para mostrar a luta não só de Lizzie, mas de todos que sofrem bullying, a diretora Sara Hirsh Bordo decidiu produzir um documentário sobre a vida da garota (hoje, com 26 anos) e reunir mais ativistas contra o ato. O filme, intitulado “A Brave Heart – The Lizzie Velasquez Story”, estreou em março no festival SXSW (South by Southwest) em Austin, Texas.

Confira acima o trailer e também se torne fã de Lizzie Velasquez:

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015/03/150318_mulher_mais_feia_lab

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir