Dia Nacional da Adoção: como os pais podem se preparar para a chegada de um novo filho

Da Redação
25 de Maio de 2018


Crédito: Visual Hunt

O número de crianças e adolescentes que aguardam o momento de serem acolhidos por uma família ainda é alto no Brasil. Segundo levantamento do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), do Conselho Nacional de Justiça, existem aproximadamente 7,2 mil indivíduos que esperam ser adotados. O dia 25 de maio, lembrado como o Dia Nacional da Adoção, inspira debates e reflexões sobre a adoção, um ato de amor que supera laços físicos e biológicos.

Leia mais: 
PARA REUNIR FAMÍLIA, PAI ADOTA CINCO IRMÃOS QUE VIVIAM EM ABRIGOS DIFERENTES
HOMEM ADOTA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA PARA QUE ELAS TENHAM UMA VIDA MELHOR

Após a conclusão do processo adotivo, os pais devem se preparar para lidar com as novas situações que se manifestarão com o passar do tempo.  A psicóloga Lívia Vieira, do Hapvida Saúde, explica como é o processo de familiarização da adoção. “É importante que a criança passe por profissionais capacitados para que ela encare o momento como um recomeço”.

As perguntas sobre o nascimento e a adoção surgem de forma natural, e as conversas devem ser adequadas à idade e etapa de desenvolvimento. Considerando também o temperamento do filho. “Todos têm o direito de saber sua origem, que deve ser contada desde sempre, de acordo com o entendimento da criança”, ressalta a psicóloga.

A tentativa de ocultar informações pode surtir efeito negativo e gerar sensação de deslealdade. A especialista cita exemplos de perguntas comuns que serão feitas aos pais: “Onde estão meus pais?”, “Por que me abandonaram?” e “Por que vocês me escolheram?”.

Nos dias que antecedem sua chegada, a preparação da casa, amigos e familiares pode variar conforme a faixa etária da criança ou adolescente. “Preparar todos da família com uma conversa e o ambiente de acordo com as especificações do novo membro da família é essencial. Encher o ambiente com bons sentimentos e receptividade contribuirá para um momento acolhedor de boas-vindas”, finaliza.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir