Categorias

Cruz Vermelha: conheça a história e como você pode ajudar a organização

Marcella Blass
8 de Maio de 2021


Crédito: Reprodução/Cruz Vermelha Brasileira

O Dia Internacional da Cruz Vermelha é comemorado hoje (8) em homenagem a seu fundador, Henry Dunant, que nasceu em 8 de maio de 1828, na Suíça. Um grande nome dentro do universo do voluntariado, o filantropo recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1901 por conta de sua colaboração à humanidade.

Leia mais:
Doação de sangue: requisitos, impedimentos e tudo o que você precisa saber
Seis campanhas de combate à fome que precisam do seu apoio

Mais de 100 anos de história

Apesar de conhecer muitas das ações, pouca gente sabe qual é a história por trás da fundação da Cruz Vermelha. O que motivou Henry a criar a organização humanitária foi, durante uma visita à Itália, em meio à Batalha de Solferino, o testemunho do sofrimento de milhares de soldados feridos em combate. Em viagem de negócios, o filantropo decidiu abandonar seu encontro com o imperador francês Napoleão III para se dedicar ao atendimento das tropas.

Essa foi a semente de um trabalho humanitário que logo se tornaria mundial. Atualmente, A Cruz Vermelha Internacional, fundada em 1863, está presente em 192 países e conta com milhões de voluntários de diferentes nacionalidades.

No Brasil, a organização humanitária chegou em 1907 pelos esforços do Dr. Joaquim de Oliveira Botelho, em parceria com outros profissionais da saúde e pessoas da sociedade civil. Mas a fundação, de fato, da Cruz Vermelha Brasileira aconteceu mais a frente, em 1908, no Rio de Janeiro, tendo como presidente o Sanitarista Oswaldo Cruz.

Impulsionado pela I Guerra Mundial (194-1918), foi criado também o um comitê feminino chamado de Damas da Cruz Vermelha Brasileira, que marcou a formação do corpo de enfermeiras voluntárias da organização. Para ampliar e dar volume ao projeto, nasceu, em março de 1916, a Escola Prática de Enfermagem, com filiais que se espalharam por todo o Brasil.

Quer fazer trabalho voluntário? Clique aqui e encontre um com a sua cara

Princípios fundamentais

Hoje, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha trabalha para aliviar o sofrimento de pessoas não apenas durante conflitos, mas em epidemias, inundações, terremos e outros desastres naturais e emergências. É sempre importante lembrar que esse se trata de um movimento global, formado por um comitê e uma federação internacional e pelas 190 sociedades nacionais pelo mundo.

Cada um tem seu papel e sua identidade, mas todos trabalham unidos por sete princípios fundamentais: Humanidade, Imparcialidade, Neutralidade, Independência, Voluntariado, Unidade e Universalidade.

Como ajudar?

Para contribuir com o trabalho da Cruz Vermelha Brasileira, é possível se comprometer com doações fixas mensais nos valores R$15, R$30, R$100, R$500 e R$5.000. Outra modalidade disponível é a de doação avulsa e única no valor que desejar. As contribuições podem ser feitas por meio do aplicativo de pagamentos PicPay ou via PIX e conta bancária (confira os dados aqui).

No site, você também descobre como cada quantia vai contribuir para o trabalho da Cruz Vermelha. A doação de R$15 por mês, por exemplo, garante a alimentação de uma pessoa em situação de rua. Já com R$30 mensais, você promove a formação de um jovem de comunidade carente em um curso profissionalizante.

Todas as doações mensais feitas para a organização humanitária brasileira têm recompensas. Quem ajuda todos os meses pode fazer a capacitação para voluntário totalmente gratuita, ganha descontos nos cursos da Cruz Vermelha Brasileira e uma série de outros benefícios. Mas as contribuições avulsas também são muito valiosas e importantes para a o projeto continuar suas ações pelo país.

© 2021 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir