Campanha quer arrecadar dinheiro para formar profissionais de beleza aptos a atender deficientes

sergio
17 de Junho de 2015


Crédito:

Não é porque uma mulher é deficiente visual que ela deveria ser menos vaidosa que as outras. Apesar de não enxergarem, elas podem – e devem – se importar com a cor de seu esmalte ou o formato dos cachos em seu cabelo. O problema é que são poucas as pessoas que realmente sabem atendê-las.

Pensando nas barreiras que essas mulheres e outras que possuem deficiência devem enfrentam todas as vezes que querem se produzir, o pessoal do Turismo Adaptado criou uma campanha de financiamento coletivo.

Chamado de “Projeto Beleza Sem Barreiras – Acessibilidade dando oportunidade a todos”, a ideia é formar profissionais que sejam aptos a atender essas mulheres, além de comprar equipamentos adequados. A meta almejada é de R$ 10 mil até dezembro de 2015.

Se quiser contribuir com esse crowdfunding, clique aqui. Você pode doar a quantia que desejar e escolher fazer o pagamento por boleto bancário ou cartão de crédito. E lembre-se: toda doação é bem-vinda, mesmo as menores.

*Foto: Reprodução

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir