Australianos fazem trabalho voluntário com órfãos mexicanos

sergio
15 de Agosto de 2013


Crédito:

Em novembro de 2000, Alan e Pamela Skuse deixaram a Austrália para trabalhar durante um ano como voluntários em um orfanato em Tapachula, sul do México. Quando o estabelecimento ficou sem recursos, eles decidiram continuar na cidade e ajudar as crianças que ainda precisavam de um lar.

Treze anos depois, 250 crianças já passaram pelo chamado Mísion México e, atualmente, 40 ainda vivem no orfanato. Quase todas as crianças sofreram com a pobreza extrema e abuso, como Maria Lopez, que foi vendida pela tia, após sua mãe falecer. A garota dormia em um papelão e era espancada, mas tudo mudou quando ela foi acolhida pelo casal australiano.

Nos finais de semana, Alan e Pamela pegam o micro-ônibus do orfanato para viajar até a praia mais próxima. No local, os órfãos têm aulas de surfe e, segundo Pamela, a atividade é como uma forma de terapia. “Quando eles vêm à praia e estão nas ondas, eles não pensam sobre o passado. Eles apenas aproveitam o momento e se desafiam”, disse Pamela a Will Grant, correspondente da BBC Mundo no México.

Longe da praia, todas as crianças vão à escola, algo que a maioria nunca tinha feito antes. Alan conta que não é fácil ter 40 crianças prontas a tempo para o colégio diariamente. “Mas, a maioria dos garotos é muito boa. Temos alguns preguiçosos, meio que temos que arrastá-los para fora da cama toda manhã. Mas, geralmente, eles são muito bons.”

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2013/08/15/australianos-dao-terapia-de-surfe-a-orfaos-mexicanos.htm

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir