Categorias

13 de maio: Frente Nacional Antirracista promove ações e protestos pelo país

Marcella Blass
13 de Maio de 2021


Crédito: Divulgação/FNA

Hoje, 13 de maio, é o Dia da Abolição da Escravatura, data que lembra a assinatura da Lei Áurea, em 1888, que colocou fim à escravidão no Brasil. Neste marco, a Frente Nacional Antirracista (FNA) fará um ato especial em todo o país com a distribuição de cestas básicas em favelas e comunidades quilombolas, indígenas e ribeirinhas. Serão entregues também camélias, a flor que é símbolo brasileiro da luta abolicionista.

Leia mais:
Thierry Henry deixa redes sociais em protesto contra o racismo
Seis campanhas de combate à fome que precisam do seu apoio

Os atos vão acontecer das 10h às 12h em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. No Rio de Janeiro, em São Paulo e no Maranhão, as entregas de cestas básicas e flores acontecem, respectivamente, nas favelas do Jacarézinho, da Brasilândia e do Coroadinho.

Dia Nacional da Denúncia do Racismo

A Frente Nacional Antirracista é um projeto que trabalha para promover a ampla participação da comunidade negro no debate político e econômico do Brasil. Além da distribuição de alimentos e flores, a FNA vai usar a data para divulgar seu manifesto ao povo brasileiro. O objetivo do ato é denunciar a incompletude da abolição no país e como isso ainda afeta a vida de ex-escravizados e seus descendentes.

Confira, a seguir, um trecho do manifesto da Frente Nacional Antirracista. O documento completo pode ser lido na página do movimento no Instagram (@frentenacionalantirracista):

No dia 13 de maio de 2021 completarão 133 anos da assinatura da Lei Áurea, lei que oficialmente boliu a escravidão no Brasil. Nesse dia a Frente Nacional Antirracista estará em todo país denunciando a incompletude da abolição.

Compreendemos que a natureza, forma e resultado da transição do trabalho escravo para o trabalho livre, não permitiu a completa efetivação da abolição no país.

Há um longo caminho para fechar o ciclo aberto com a assinatura da Lei Áurea que, com apenas um parágrafo, alterou o regime de trabalho no Brasil, sem, contudo, criar os mecanismos necessários para amparar os então escravizados e seus descendentes, jogando-os diretamente em um ciclo de pobreza, da fome, do abandono, da violência e do racismo.

Para o movimento negro brasileiro e para a Frente Nacional Antirracista, o dia 13 de maio é, na verdade, o Dia Nacional de Denúncia ao Racismo.

Como ajudar a FNA?

A Frente Nacional Antirracista é uma ONG, por isso com a ajuda de voluntários e doações para continuar a promover suas ações. É possível contribuir para o projeto por meio de diferentes plataformas, entre elas transferência e depósito bancário, PIX ou pelo PicPay. Todos os dados e outras informações de como apoiar o trabalho da FNA estão neste link.

© 2021 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir