Busca Voluntária - » Para reunir família, pai adota cinco irmãos que viviam em abrigos diferentes

Para reunir família, pai adota cinco irmãos que viviam em abrigos diferentes

Marcella Blass
3 de Maio de 2018


Crédito: Visualhunt

Uanderson Barreto, de 38 anos, é um pai solo que decidiu adotar cinco irmãos para não deixar a família separada. As adoções foram feitas aos poucos, mas hoje todos os meninos vivem juntos. Um grande exemplo de adoção tardia.

Leia mais: 
SAIBA COMO AJUDAR AS VÍTIMAS DO INCÊNDIO E DESABAMENTO NO CENTRO DE SÃO PAULO
PADDLE BOARD ADAPTADO: ESPORTE BENEFICIA CORPO E MENTE DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

“Comecei visitando o abrigo e conheci o João. Me habilitei junto ao Fórum e o adotei. Mas João tinha um irmão chamado Daniel que tem um retardo mental grave. Me senti muito mal de tê-lo deixado lá. Voltei e adotei ele também”, contou Uanderson e, entrevista ao Só Notícia Boa.

Depois de meses, o pai recebeu uma ligação de um abrigo informando que um terceiro garoto estava fazendo aniversário e gostaria de ver os irmãos. Foi então que Alexandre entrou para a família.

Mais tarde, foi a vez de Pedro e Leonardo serem adotados por Uanderson. Hoje, a família vive em uma casa alugada em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, e se mantém com o salário do pai, que é servidor público na Fundação Municipal de Saúde da prefeitura de Campos. No dia a dia, todos têm sua tarefa e, apesar de não viver uma vida de luxo, os irmãos e o pai são muito felizes.

Fonte: Só Notícia Boa

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir