ONG Abraço Cultural ajuda refugiados a montar seu negócio online

Beatriz Ceschim
21 de Maio de 2020


Crédito: Hannah Busing on Unsplash

Com o aumento no número de casos de covid-19, o Brasil adotou diversas medidas de distanciamento social, que impactaram a vida da maioria dos residentes do País. Além dos nativos, mais de 82 mil refugiados sofreram mudanças em suas rotinas, por conta das novas regras impostas pelo governo.

Para auxiliar neste momento de crise, a ONG Abraço Cultural se uniu ao Atados, iniciativa que conecta pessoas a oportunidades de voluntariado, e juntos lançaram a campanha #AbraceDaí. A iniciativa visa minimizar o impacto na vida dos refugiados e ajudá-los a ter um apoio econômico durante esse período.

Leia mais: 
Instituições doam 2 mil cestas básicas para comunidades no Pará
Combate à covid-19: campanha ajuda na limpeza de asilos por SP

Os refugiados donos de pequenos negócios sofreram muito com o fechamento de lojas e a suspensão de outras tantas atividades comerciais. A campanha #AbraceDaí ajude esses microempreendedores a conseguir uma fonte de renda, já que os auxilia a migrar seu comércio para o mundo online. Para isso, alguns voluntários ajudam os trabalhadores no preenchimento de formulários e cadastros de produtos, para que esses itens possam ser divulgados nas redes sociais da organização.

Os refugiados que precisam de um apoio e desejam transformar seu negócio para o meio digital, entre neste link para saber mais sobre a organização. Já os usuários que desejam dar uma olhadinha na vendinha do #AbraceDaí ou fazer uma doação para ajudar a causa, acesse este link.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir