Covid-19 pelo mundo: brasileira conta como está a vida em Santiago

Beatriz Ceschim
22 de Abril de 2020


Crédito: Horst Engelmann from Pixabay

A pandemia do coronavírus gerou diversas mudanças na vida das pessoas, como o distanciamento social, o aumento do home office e o cumprimento de novas medidas de higiene e segurança. O Busca Voluntária e o Rota de Férias prepararam uma série de entrevistas, chamada Covid-19 ao redor do mundo, que reúne depoimentos de brasileiros e estrangeiros que vivem em outros países.

Leia mais: Covid-19: quando devo usar máscara de proteção?
Coronavírus: cartilha leva orientações para quem tem doença rara

No segundo capítulo da série, a brasileira Milena Trindade, de 42 anos, fala um pouco a respeito de como anda a realidade atual em Santiago, no Chile.

Arquivo Pessoal
Milena Trindade

Covid-19 pelo mundo: Santiago

A brasileira se mudou para a capital chilena, em 2015, por causa de trabalho. Formada em Relações Internacionais, ela foi transferida e, agora, trabalha na Electrolux. De acordo com Milena, Santiago mantém a quarentena há três semanas. Além disso, o governo estipulou certas normas para reduzir a contaminação em massa.

“O país tem tomado medidas drásticas, como o isolamento social em algumas cidades. Nesses locais, é possível sair apenas com uma autorização da polícia, que é adquirida pela internet”, conta Milena.

Segundo a brasileira, as concessões permitiam realizar passeios com animais de estimação por 20 minutos, mas apenas por duas quadras. Também é permitido levar crianças autistas para dar uma volta e ir ao supermercado, desde que todo o trajeto dure, no máximo, quatro horas.

“Caso esteja na rua sem autorização, a pessoa deve pagar uma multa e ainda corre o risco de ir preso”, explica Milena. Ela também conta que o uso de máscaras se tornou obrigatório, principalmente em metrôs e supermercados. Quem se negar também está sujeito à penalidade e prisão.

Covid-19 no Chile: trabalho

Em relação ao trabalho, a brasileira conta que está fazendo home office, mas, algumas vezes, precisa ir até a sede da empresa. Quando chega em casa, toma cuidados que nunca havia pensado, como limpar tudo que vem da rua, incluindo os sapatos e depois desinfetar o chão com cloro.

Essas medidas são essenciais, principalmente, por causa de seu marido, que é hipertenso e faz parte do grupo de risco. “Uso de máscaras e essas questões de higiene mudaram completamente a rotina em nossa casa”, diz Milena.

Atualmente, o Chile se prepara para uma reabertura gradual das atividades econômicas. Mesmo assim, a brasileira revela ter muitas dúvidas a respeito de como será o futuro no país.

Covid-19 pelo mundo: série de entrevistas 

O Rota de Férias e o Busca Voluntária estão conversando com pessoas de todo o planeta para saber como o coronavírus está afetando a realidade de suas cidades. Confira os outros capítulos da série:

Capítulo 1: Covid-19 pelo mundo: advogada relata o dia a dia na Cidade do México

Fotos: série Covid-19 pelo mundo do Busca Voluntária e Rota de Férias 

  • Pixabay
    Covid-19 pelo mundo: advogada relata o dia a dia na Cidade do México - https://bit.ly/2xKLkj5
  • Photo by Guillermo Pérez on Unsplash
    Covid-19 pelo mundo: advogada relata o dia a dia na Cidade do México - https://bit.ly/2xKLkj5
  • Photo by Andrea Leopardi on Unsplash
    Covid-19 pelo mundo: advogada relata o dia a dia na Cidade do México - https://bit.ly/2xKLkj5
  • Jeffrey Eisen on Unsplash
  • Caio Silva on Unsplash
  • Ximena Nahmias on Unsplash

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir