Ajude a deixar o ABC paulista mais verde

Heloísa Cestari
23 de Novembro de 2015


Crédito:

Plantar 2.500 árvores no ABC paulista. Essa é a meta do engenheiro de materiais André Lotto, 31 anos, que há mais de uma década espalha suas sementes pela cidade onde mora, São Bernardo. Agora, você também pode ajudá-lo a deixar a região mais verde. Basta aderir ao crowfunding Esverdeando o ABC Paulista, disponível no site Kickante.com.br até o dia 7 de dezembro de 2015. Com R$ 20, você já financia o plantio e manutenção de uma muda. E também pode ajudá-lo a cuidar das plantinhas voluntariamente.

Lugares como a Via Anchieta, o Jardim Hollywood, Baeta Neves e Rudge Ramos já foram beneficiados pela iniciativa de André, que planeja arrecadar cerca de R$ 300 mil. “Calculei nesse valor cinco anos de manutenção. Ele seria investido para o aluguel do terreno, a compra de 2.500 mudas e, pensando em uma possível seca, no aluguel de carros-pipa para a irrigação. Mas se eu arrecadar ao menos R$ 3.000, corto o número de mudas e eu mesmo vou regar”, explica.

A vontade de esverdear o Grande ABC surgiu quando André era ainda criança e, pelos ensinamentos de sua avó, Helena Alexandrino, percebeu que se dava bem com as plantas e que havia poucas delas no caminho de volta da escola. “Eu estudava em São Paulo, minha mãe me buscava de carro e me trazia para casa no Rudge Ramos, em São Bernardo. Quando passávamos na (via) Anchieta e ficávamos presos no trânsito, eu pensava que alguém poderia plantar algumas árvores para fazer sombra. Depois que cresci, tirei habilitação e decidi que eu mesmo faria isto. Comecei a cultivar mudas em casa. Meu pai tinha uma chácara onde eu podia pegar as sementes e sair plantando.”

Para tanto, o engenheiro se dispôs a estudar mais sobre cada espécie e as melhores condições para o plantio. Percebeu que muitas mudas não vingavam, por exemplo, porque moradores de rua pegavam as estacas de madeira para fazer fogueiras e, depois, confundidas com mato, as plantinhas acabavam sendo cortadas. Foi quando André resolveu investir em adubos que garantissem um crescimento mais rápido das mudas.

O resultado já pode ser visto nas ruas e até inspirar outros semeadores anônimos. “Vira e mexe aparece alguém querendo ajudar. Uma vez eu estava na Anchieta plantando com a minha mãe e veio um cara em uma moto falando que tinha muda de uma fruta do Nordeste em casa e que poderia nos ajudar a plantá-la. Eu concordei, ele voltou depois e plantamos. Ela está lá até hoje”, conta.

A esposa de André, Mariana Di Zazzo Lotto, neuropsicóloga, é outra que se rendeu ao projeto. Para garantir a sobrevivência das mudas durante a forte seca que castigou o Estado de São Paulo no ano passado, ela e o marido enchiam garrafas pet de água e saíam pelas ruas regando as plantas.

Além de atenuar a poluição, amenizar as ilhas de calor e melhorar a qualidade de vida na região (famosa por concentrar grandes montadoras), o projeto deverá render um livro, que será presenteado a todas as pessoas que contribuírem com a campanha pelo site http://www.kickante.com.br/campanhas/verdejando-o-abc-paulista-0.

© 2017 Todos os direitos reservados - Busca Voluntária - website by: plyn!

Subir